22.07.2022 às 16:27

MRS registra redução de cerca de 20% nos acidentes ferroviários

No primeiro semestre de 2022, foram registrados 45 acidentes – atropelamentos ou abalroamentos – na malha da MRS. Número é 19,6% inferior ao primeiro semestre de 2021

No primeiro semestre de 2022, a MRS registrou 45 acidentes ao longo dos 105 municípios onde sua malha está presente: atropelamentos ou abalroamentos ocorridos em passagens em nível ou em trechos corridos, área onde o acesso de pedestres e veículos é proibido. O número é 19,6% inferior ao registrado no mesmo período de 2021, quando houve 56 acidentes.

A distribuição dos acidentes por estado, entre janeiro e junho de 2022, foi de 21 casos em Minas Gerais, 20 no estado do Rio de Janeiro e 4 registros no estado de São Paulo. Os casos estão ligados a desatenção e imprudência, componentes sempre presentes nos acidentes.

“Os números de situações em locais como passagens em nível e passagens para pedestres apontam para questões como pressa, não querer esperar a rápida passagem da composição, desatenção e imprudências como desrespeito à sinalização ou uso de celulares e fones. Reforçamos constantemente que uma parcela significativa da segurança ferroviária está no comportamento de pedestres e motoristas. A MRS está presente em regiões populosas e em cidades de médio e grande porte. O convívio entre ferrovia e população pode ser harmonioso com a adoção de comportamentos prudentes”, afirma a gerente de Segurança Ferroviária da MRS, Karla Roberta.

Por MRS