Comunidades de Três Rios e Lorena recebem passagens em nível

Equipe da MRS revitalizou PNs durante o mês de novembro

O objetivo de reconstruir 21 passagens em nível (PNs) ao longo da linha férrea em 2019 está prestes a ser alcançado pela equipe responsável pelo trabalho. Em novembro, mais duas foram entregues às comunidades das cidades de Três Rios (RJ) e Lorena (SP), totalizando 19 obras de revitalização.

Nos locais, foram instalados dispositivos como direcionadores de fluxo e sinalização, oferecendo ao usuário mais segurança para cruzar a ferrovia. A especialista ferroviária Ivilmara Castro afirma que, como de costume, as passagens são escolhidas levando em consideração a criticidade, principalmente, no que diz respeito ao fluxo diário de circulação de pessoas.

“Essas demandas recebem uma atenção especial, pois a segurança é a nossa primeira responsabilidade. As passagens em nível recebem serviços como capina, limpeza, pintura, direcionadores de fluxo, sinalização e recapeamento asfáltico. Tudo é feito pensando na integridade de quem transpõe os trilhos”, destaca.

A duas PNs de atingir a meta do ano, o também especialista ferroviário Luciano Cabral comemora a entrega nos dois municípios, pois, por meio da passagem reconstruída em Lorena, por exemplo, o número de intervenções planejadas para São Paulo em 2019 foi alcançado.

“Entregamos esta PN para os moradores do bairro Purys, no município de Três Rios, com a sensação de dever cumprido, pois muitas pessoas transitam neste local para acessar a região diariamente. O agravante é que foi uma obra de complexidade superior, que contou com uma grande escada para o acesso, em uma área muito íngreme”, explica Cabral. “Com certeza é uma das melhores entregas que já fizemos, com foco total nos benefícios para a comunidade. Esperamos manter o nível de atendimento para 2020”, conclui.

Em meados de novembro, foi publicada, na MRS News, notícia que mostra o investimento da empresa para entregar cerca de 150 passagens em nível para as comunidades, considerando apenas os últimos cinco anos. Ao final deste ano, esse investimento deve ultrapassar os R$ 19 milhões. Clique aqui para relembrar o conteúdo.

Por MRS