Via Permanente de Quatis é certificada como Modelo

Sim, o time de Via Permanente de Quatis (RJ), ligado à Gerência da Ferrovia do Aço, agora também é modelo. Atendendo a todos os rigorosos critérios, da mesma forma como acontece nas auditorias ligadas à manutenção de material rodante, a equipe obteve resultado positivo na auditoria realizada entre os dias 18 e 20 de março. Devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o resultado foi comunicado à equipe via videoconferência e 94% dos itens foram avaliados como satisfatórios, o que  rendeu, aos 2º ferroviários do time, o título de Modelo.

“Com o início do projeto vieram grandes desafios a serem superados por toda a equipe, sendo o principal deles a adaptação às mudanças de cultura. Porém, com muito trabalho, união e dedicação de todos, conseguimos na rotina do dia a dia quebrar todos os paradigmas referentes a sinalização, documentação e condições físicas, elevando a coordenação a outro patamar. Alcançar a meta de Oficina Modelo foi uma sensação indescritível”, destaca o assistente PCM de Via Diego Marques Rezende. “São seis anos trabalhando para não ter desvios de segurança e acidentes e atingir nosso objetivo, a certificação aumentou ainda mais o orgulho de fazer parte da família da Coordenação de Via de Quatis. Temos, agora, uma responsabilidade ainda maior de honrar a certificação”, conclui Rezende, otimista com os próximos desafios.

Para o gerente de Manutenção da Malha Alfredo Silva, o fator determinante na reta final foi o envolvimento de todo o time, já que o processo de certificação avalia detalhes que dependem da atitude e do comprometimento de cada colaborador.

“Esta certificação representa um grande marco para a coordenação, pois reforça o comprometimento de todos e traz consigo, como benefício, a melhoria dos processos dentro da nossa atividade. Isso tudo é refletido em aumento da segurança para execução de nossas atividades e da confiabilidade dos nossos processos. Este é, inclusive, um dos propósitos do projeto: refletir os avanços em segurança para o grupo”, complementa Silva.

Para que fosse obtido o título de Modelo, diversos processos que compõem os itens da auditoria precisaram ser aprimorados, entre eles, o de registro de manutenção, que possui contribuição direta de toda a equipe, já que o registro é feito pelos ferroviários no trecho. Esse item foi identificado, na última auditoria, como sendo o de maior oportunidade para melhoria e, desta vez, recebeu avaliação de 100%, o que evidencia a evolução do trabalho.

Por MRS