Recomendações de Segurança

A regra é simples: Pare, Olhe para os dois lados e Escute

Sempre nos perguntam sobre recomendações ou dicas para a segurança das pessoas que vivem ou transitam por áreas ferroviárias. A dica principal é muito simples: siga a orientação das placas afixadas nas passagens em nível, pare antes de cruzar a ferrovia, olhe para os dois lados e escute.

Todos podem ajudar na conscientização, disseminando alguns cuidados especiais. Vamos lá:

  • Em alguns trechos, é muito comum a circulação dos trens em ambos os sentidos, por isso é proibido, e muito perigoso, permanecer entre duas linhas férreas, o pedestre corre o risco de ficar confinado entre dois trens.
  • Pessoas idosas ou com dificuldade de mobilidade exigem atenção especial.
  • Crianças não podem brincar na área da ferrovia e devem estar sob supervisão constante de seus responsáveis nas travessias.
  • Não tente atravessar a linha falando ao celular, checando mensagens ou usando dispositivos de áudio de qualquer tipo. Eles desviam sua atenção da ferrovia.
  • A área ocupada pela ferrovia e seus arredores é chamada faixa de domínio. Não é permitida a presença de pessoas estranhas à ferrovia nesta área, e a travessia da linha férrea só pode ser realizada em passagens em nível oficiais (para pedestres, veículos ou ambos), por passarelas ou passagens inferiores. É extremamente arriscado atravessar a linha em qualquer outro ponto.
  • O uso de álcool e drogas tem sido uma causa cada vez mais frequente de acidentes envolvendo pessoas. Em alguns municípios, este índice chega a representar 20% do total de acidentes.
  • Um trem pesa entre 3.000 toneladas (vazio) e 15.000 toneladas (carregado) e, por isso, pode exigir algo entre 300 e 1.000 metros desde a aplicação do freio de emergência até sua parada completa. Por seu peso, um trem não freia como um automóvel. Por isso, mesmo quando é possível identificar um obstáculo ou pessoa cruzando a linha inadvertidamente, na maioria das vezes não é possível evitar o impacto.
  • Os trens são dotados de luzes de sinalização, de sinos (acionamento constante quando estão em movimento) e de buzina (acionadas antes das passagens em nível ou em qualquer situação de emergência). É fundamental que as pessoas estejam sempre muito atentas aos sinais sonoros de segurança, não usem telefones ou headphones nas travessias de PNs e olhem para ambos os lados ao cruzar a via.
  • A comunidade pode ajudar a garantir a segurança da ferrovia. Ao observar qualquer fator de risco, ou para reportar alguma irregularidade, o contato com a MRS pode ser feito pelo telefone 0800-979-3636.